Voos da DELTA para Ponta Delgada: CCAH exige esclarecimentos do Governo Regional

2018-12-07

Voos da DELTA para Ponta Delgada: CCAH exige esclarecimentos do Governo Regional

A Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo quer explicações do Governo Regional sobre os voos da Delta Airlines entre Nova Iorque e Ponta Delgada, na sequência da entrevista do antigo embaixador dos Estados Unidos da América em Lisboa, Robert Sherman, ao jornal “Expresso”.

A Câmara de Comércio diz-se preocupada com a falta de acordo Interline da SATA com a Delta Airlines e pede que o Governo Regional intervenha rapidamente. Os empresários defendem que, com anúncio da companhia americana do reforço da sua operação, com voos todos os dias entre Nova Iorque e Ponta Delgada, parte dessa operação deveria ser escoada para as outras ilhas.

A instituição representativa dos empresários de Terceira, São Jorge e Gracisoa quer ainda que o executivo socialista diga se a ligação aérea da Delta Airlines para São Miguel é, de facto, uma contrapartida do “downsizing” da Base das Lajes, como foi dito pelo antigo embaixador dos Estados Unidos em Lisboa.

A Câmara do Comércio liderada por Rodrigo Rodrigues lembra que, “no início deste ano, a direção da CCAH emitiu comunicado a pedir esclarecimentos à Embaixada dos EUA e ao Presidente do Governo Regional, tendo obtido respostas claras no sentido contrário ao que agora é veiculado. Perante estas declarações, consideramos que as entidades competentes deverão esclarecer, com total transparência, todo o processo de negociação estabelecido".

Recorde-se que em entrevista ao “Expresso”, Robert Sherman assume que a ligação da Delta foi uma medida de mitigação dos impactos socioeconómicos da redução militar norte-americana na Base das Lajes.