Governo avança com novas reformas antecipadas na lavoura açoriana

2019-03-13

Governo avança com novas reformas antecipadas na lavoura açoriana

O Governo Regional vai avançar com uma nova proposta para reformas antecipadas na atividade agrícola, que deve abranger cerca de 300 agricultores ligados à pecuária e à fileira do leite.

Com o objetivo de reestruturar o setor, em particular a fileira do leite, João Ponte, Secretário Regional da Agricultura, apresentou as alterações legislativas à Federação Agrícola dos Açores.

O titular da pasta da Agricultura está convicto de que a adesão às novas regras das reformas antecipadas será mais expressiva nas ilhas com mais explorações agrícolas, como São Miguel, Terceira, São Jorge e Graciosa.

Com base nas alterações que serão introduzidas através da submissão de uma nova proposta de decreto legislativo regional ao Parlamento dos Açores, João Ponte diz que esta modalidade “será mais interessante”.

O Presidente da Federação Agrícola dos Açores, Jorge Rita, subscreve a nova proposta de cessação da atividade agrícola, considerando-a “uma boa medida”.

Por outro lado, João Ponte adiantou que o Governo vai reforçar a dotação financeira do programa Prorural+, para 20 milhões de euros.

Significa isto que o executivo investe neste programa de apoio à atividade agrícola mais 12 milhões de euros, reforçando as verbas de forma a que todas as candidaturas que foram apresentadas possam ser aprovadas e apoiadas.

Ao todo deram entrada nos serviços agrícolas 219 projetos, 57 dos quais relativos a candidaturas para primeira instalação agrícola e para jovens agricultores.

Oiça aqui as declarações de João Ponte sintetizando os objetivos da nova vaga de reformas antecipadas para agricultores.