Câmara de Angra quer investir 6,6 milhões em 2019

20-09-2021

A Assembleia Municipal de Angra do Heroísmo aprovou as propostas de Plano e Orçamento do Município para 2019, com os votos favoráveis do PS e PSD e os votos contra do CDS-PP.

Câmara de Angra quer investir 6,6 milhões em 2019

A Assembleia Municipal de Angra do Heroísmo aprovou as propostas de Plano e Orçamento do Município para 2019, com os votos favoráveis do PS e PSD e os votos contra do CDS-PP.

O Plano e Orçamento da Câmara Municipal de Angra "seguem a mesma orientação estratégica de anos anteriores", afirmou álamo Menses, referindo que, apesar da "boa situação financeira", a Autarquia continua com o objetivo de "evitar o endividamento municipal", que, neste momento, é 4,5 milhões de euros.

Quanto aos investimentos a concretizar em 2019, o Presidente do Município referiu que, para além das grandes obras em curso, como o Centro Interpretativo de Angra do Heroísmo e da baía do Fanal, vai avançar o processo de reconstrução das igrejas de Nossa Senhora do Livramento e de Convento das Concepcionistas, as únicas que continuam em ruínas em Angra do Heroísmo desde o sismo de 1980. 

Por outro lado, o autarca salientou o reforço das verbas a transferir para as juntas de freguesia do Concelho, que atingem no global cerca de 800 mil euros: "As nossas freguesias são as que recebem mais verbas da Câmara em relação às restantes dos Açores", assegurou. 

O deputado municipal do PSD, Luís Rendeiro, justificou o voto favorável do seu partido com o facto do executivo municipal ter aceitado integrar nos documentos 11 propostas daquele partido da oposição. Entre as propostas do PSD estão a construção de uma casa mortuária em São Sebastião, o prolongamento dos trabalhos em curso no Fanal até à zona balnear da Silveira, a manutenção do Mercado Duque de Bragança na atual localização e a construção de um parque de estacionamento subterrâneo, a construção de parques de estacionamento de dois andares na Rua da Queimada e perto da Fanfarra Operária, a construção de um novo quartel de bombeiros nos Altares e as obras de requalificação da zona balnear das Cinco Ribeiras.

O presidente da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo realçou que algumas das propostas do PSD estão entre os compromissos assumidos pela Autarquia, por isso "foi fácil chegar a um entendimento".

Já a deputada municipal do PS, Isabel Berbereia, disse que o Plano e Orçamento para 2019 "vai trazer valor à nossa cidade e permitir o desenvolvimento rural e das freguesias".

Por seu turno, Nuno Melo Alves, deputado municipal do CDS-PP, justificou o voto contra com o facto do partido "não se rever nestes documentos".

O total de Investimentos da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo para 2019 é de 6,6 milhões de euros, sendo que a totalidade do Orçamento municipal atinge os 19,2 milhões de euros.

FOTO: Cortesia “Diário Insular”